23 de novembro de 2010

A mais verde da América Latina


Até mesmo no centro da capital paranaense, Curitiba, como você nessa foto, há verde.
E esse é um dos muitos motivos que levaram a cidade a ficar em primeiro lugar no Latin America Green City Index (Índice de Cidades Verdes da América Latina). O resultado, que coloca a cidade no topo da América Latina, saiu nesse domingo durante a Cúpula Mundial de Prefeitos sobre o Clima.
Considerada a cidade mais verde no índice feito pela Siemens e pelo grupo da revista inglesa The Economist, Curitiba é famosa por seus muitos parques, como o que abriga a Ópera de Arame, nessa foto aqui embaixo.
O estudo envolveu cidades de oito países, entre elas Buenos Aires, Santiago, Cidade do México, Lima, Montevidéu, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre. Com ele, foi possível avaliar itens como transporte, qualidade do ar, energia e emissões de CO2, coleta de lixo, saneamento, água, gestão ambiental e uso do solo. Um estudo semelhante já foi concluído pela Economist na Europa e está sendo desenvolvido também na Ásia, Oceania, África e América do Norte.
Ao receber a notícia, o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, falou sobre o que seria uma espécie de receita para o sucesso da cidade:
- Cidade é gente. E, onde há gente, há desafios, necessidades, demandas. E essa é uma maneira de olhar a coisa. Mas, onde há gente, há potencialidades, soluções, respostas. E esse é o jeito curitibano de olhar a cidade.
Então, agora perguntamos:
O que você pensa que sua cidade poderia fazer para ser mais verde? Onde é possível melhorar?

Para responder, vale pensar nos quesitos avaliados pela Economist:
- transporte
- qualidade do ar
- energia
- emissões de CO2
- coleta de lixo
- saneamento
- água
- gestão ambiental
- uso do solo

>Responda via comentários e não deixe de fazer a sua parte! C=

Nenhum comentário:

Postar um comentário